Morro de São Paulo


Todos podem se maravilhar com Morro de São Paulo, não importa se vêm de mochila nas costas ou com um pacote cinco estrelas de um resort de luxo. Morro é a cara do Brasil, mesmo que o brasileiro seja apenas um dos visitantes. A ilha já caiu no gosto do mundo, e hoje, caminhando pelas ruelas estreitas – e sem carros – pode-se ouvir os mais diferentes sotaques de espanhol, inglês, hebraico, alemão, finlandês, japonês, português, baianês, não importa. Todo mundo tem seu espaço.

Morro de São Paulo respira o ar puro das ilhas que ainda não convivem com asfalto e automóveis. É dos morros mais verdes do litoral brasileiro, verde escuro, denso e aromático, quando chove. Neste pedaço da Bahia, a diversão começa em praias de águas transparentes: algumas rústicas e reservadas, outras com tradição de animadas festas noturnas.

A graça do lugar reside justamente na diversidade de paisagens que pode ser percorrida no mesmo dia. Da muvuca da orla lotada, de gente, de guarda-sóis e de quiosques com atendentes em trajes mínimos, até os quilômetros desimpedidos para caminhadas entre piscinas e coqueiros da Quarta Praia, por exemplo.
morro de sp (2)
Outra característica marcante é a forte presença estrangeira entre moradores e turistas. Nos últimos 20 anos, europeus andaram comprando (e cercando) grandes extensões de terra, morro abaixo e morro acima. Morro de São Paulo tem lá seu charme internacional na culinária, nos sotaques e nos cabelos loiríssimos dos herdeiros dos imigrantes nascidos ali.

morro de sp (3)
Ainda que a submersão nas águas cálidas capitalize boa parte da programação diurna, não dá para dispensar as trilhas que desbravam um cenário especial, de ruas de terra no meio da mata. Trilhas fáceis levam às raras construções históricas do período colonial, como as ruínas da Fortaleza e a Fonte Grande. Quem se dispõe a trilhas de dificuldade média pode partir para a vila da Gamboa, a Fonte do Céu e o Teatro do Morro, estes dois lá no alto, numa zona chamada de Mangaba.

Antes de mais nada, faça como manda a hospitalidade baiana: relaxe. Respire. Se fizer sol, ótimo. Se despencar água, cores surpreendentes vão brotar das árvores, das bromélias, dos mangues. O festerê noturno segue em etapas e não tem hora para acabar, então descanse durante a tarde, esconda-se do mundo na rede do bangalô ou sob a sombra dos coqueiros.
morro de sp (4)

E continue relaxando ao pôr-do-sol, sente na areia da praia para acompanhar uma partida de futebol com o azul do mar ao fundo, um paredão verde à esquerda (o do Farol) e o vermelho do céu acima. Meia caipirinha depois e aquele entrevero de pernas masculinas vai parecer mais um balé, uma pintura em movimento. O isolamento tem seu valor.

Para explicar como é Morro de São Paulo, precisamos começar pela chegada na ilha. Têm só três lugares para entrar: duas pistas de pouso de taxi-aéreo e o que á mais comum, o porto. Já se engana quem pensa que porto é aquele lugar cheio de navios e guindastes… tudo não passa de um trapiche, que só passou ao nome de porto por que agora é de concreto e tem um toldinho de lona. Saindo do porto você já se depara com um monumento de mais de trezentos anos, o Portaló. Esse pórtico faz parte do Forte de Morro de São Paulo, construído para conter as invasões holandesas, lá no século XVII. Alguém ainda se lembra dessa parte da aula de história? Bom, em Morro é bom lembrar… a vila é quase tão antiga quanto o próprio Brasil.

ba morro forte2

Fundada em 1535, já teve importância estratégica, principalmente nos primeiros séculos da colonização. Não que tenha perdido importância depois: só para citar mais um fato histórico, foi em frente a ilha que submarinos alemães torpedearam navios mercantes brasileiros, fazendo o Brasil entrar na Segunda Guerra Mundial.

porto chegada catamaras

Continuando o caminho ladeira acima – é, pra sair do porto e do Forte tem que subir uma ladeira (ainda bem que é a única) – chega-se na Igreja Nossa Senhora da Luz. Dizem que foi ela – a Nossa Senhora – que fez os holandeses acreditarem que havia uma grande esquadra portuguesa na ilha e desistirem de atacar a vila. Pronto, já chegamos à praça Aureliano Lima, a pracinha central. Aqui, de noite, tem uma feirinha de artesanato e o Foom – o argentino mais brasileiro de que se tem notícia – tocando música popular brasileira.

ba morro portalo

Impossível se perder. Só tem uma rua. É só seguir o fluxo e ir desviando dos carrinhos de mão que servem para tudo: para carregar suas malas, as compras do mercado, as crianças, ou numa eventualidade, até quem machucou o pé e não pode caminhar. Carro? Nem pensar. Até existem alguns na ilha, mas nenhum entra no vilarejo. O único veículo motorizado que anda nas ruelas – e só de manhã cedinho – é um trator que recolhe o lixo.

Opa, outra ladeira… bom eu disse que a do porto era última… sim, de subir. Essa agora é pra descer. Descer para a Primeira Praia. Sim, e a vila, já acabou? É, pode-se dizer que sim. Daqui em diante até é bem urbanizado ainda, mas o “centro” já acabou.

ba biquinha-morro-de-sao-paulo

LOCALIZE-SE

Morro de São Paulo está localizado na região da Costa do Dendê no estado da Bahia, mais precisamente na ilha de Tinharé que fica situada a 60 quilômetros ao sul de Salvador. Com cerca de 400 km², a ilha de Tinharé além de abrigar o famoso vilarejo de Morro de São Paulo, abriga também os povoados da Gamboa, Garapuá e Galeão.

ba Brasil Bahia Portugues
Sua localização é no extremo norte do Arquipélago de Tinharé e pertence administrativamente ao município de Cairú e a sede deste município é a cidade de Cairu que fica situada em uma ilha que leva o mesmo nome. As ilhas de Tinharé, Cairu e Boipeba, assim como algumas ilhas menores compõem o arquipélago de Tinharé.

ba MapaMorroSP

Ao todo são mais 26 ilhotas. Morro de São Paulo está situado na região da Costa do Dendê, que possui uma rica biodiversidade, com variados tipos de praias, rios sendo ainda rodeada pela Mata Atlântica. A distância de Salvador, a capital do Estado, é de 30 milhas náuticas (60 km) ou 276 quilômetros via terrestre.

ba Bahia Morro Completo

Não é difícil chegar lá, no vilarejo turístico da ilha de Tinharé, a 276 km de Salvador. Na capital baiana, as opções de transporte são táxi aéreo, lancha, catamarã e ainda um combinado de balsa, ônibus e barco ou lancha. Qualquer dos meios deixa ver o privilegiado ecossistema da Costa do Dendê, fonte da culinária afro-brasileira.
HISTÓRIA DE MORRO DE SÃO PAULO

A história de Morro de São Paulo se inicia em 1531, quando o navegador português Martim Afonso de Souza ancorou sua frota na ilha que ele batizaria de Tynharéa e que mais tarde acabou sendo transformado em Tinharé.

Em 1534 o território que atualmente compõe o estado da Bahia foi dividido em três Capitanias Hereditárias, que eram grandes extensões de terra doadas pelo rei de Portugal a pessoas de sua confiança para que colonizassem as terras. Estas capitanias foram: a Capitania de Porto Seguro, a Capitania da Bahia e a Capitania de Ilhéus que abrange a Costa do Dendê onde se localiza a ilha de Tinharé. A Capitania de Ilhéus foi doada a Jorge de Figueiredo Correa, que permaneceu em Portugal e enviou Francisco Romeiro como seu representante para colonizar as terras. Em 1535, Francisco Romeiro chegou à ilha de Tinharé e fundou no extremo norte da ilha o povoado de Morro de São Paulo.

ba Morro SP FortalezaPretoEBranco

Com o passar dos anos, Morro de São Paulo assumiu um papel importante na defesa da costa brasileira, já que esta era alvo de constantes ataques estrangeiros neste período. Em 1624, o comandante holandês Johan Van Dortt desembarca com sua esquadra na ilha de Tinharé antes do ataque à cidade de Salvador. Assim, sob o comando do governador na época Diogo Luiz de Oliveira, tem início em 1630 a construção da Fortaleza em Morro de São Paulo para proteger o arquipélago de Tinharé e a entrada da Baía de Todos os Santos, evitando assim novos ataques a capital. Após mais de um século de construção, a fortaleza tinha em 1748 uma muralha de quase mil metros de extensão e contava com um efetivo militar de 183 homens e 51 peças de artilharia.

Em 1746 foi construída a Fonte Grande com o objetivo de tratar e abastecer de água potável aos soldados da Fortaleza e aos habitantes da vila e entre os anos de 1850 e 1855 é construído, pelo engenheiro João Monteiro Carson , o farol com a função de orientar os navegadores. Em 1859 Morro de São Paulo recebe a visita da Família Real e de D. Pedro II e de acordo com suas anotações o vilarejo era habitado na época por cerca de 300 famílias.

ba morro sp historia2

Com o final do período colonial, Morro de São Paulo perde sua importância militar e torna-se um tranquilo vilarejo de pescadores. Somente a partir dos anos 60 começa o desenvolvimento do turismo em Morro de São Paulo, que inicialmente recebia os veranistas vindos principalmente de Salvador. Na década seguinte, Morro de São Paulo recebe a visita de hippies, o que contribuiu para o vilarejo tornar-se conhecido mundialmente.

Além do ar puro aqui se respira muita história. O passado de Morro de São Paulo é narrado principalmente através dos relatos dos mais antigos moradores. Moradores estes, que possuíam um ritmo de vida tranquilo, vivido numa vila de pescadores com belas praias e marcado por uma densa história.
Há poucos registros que fundamentem esta trajetória, mas de uma coisa todos que residem na ilha têm uma certeza: Morro de São Paulo já foi há muito tempo um lugar tranquilo para se viver. Há mais de 30 anos atrás era uma vila simples, de pessoas pacatas, que sobreviviam exclusivamente da pesca e das lembranças de um passado glorioso. Passado este que teve início a partir de sua descoberta, em 1531, atribuída ao navegador português Martim Afonso de Souza. Nos últimos quatro séculos a ilha registrou episódios de pirataria, contrabando de mercadorias e serviu até de palco para batalhas.

ba morro sp historia pescadores

Hoje pode-se dizer que é considerado um dos destinos tropicais mais procurados por turistas dos quatro cantos do mundo. A vida sossegada dos nativos começou a dar indícios de que estava prestes a mudar quando passou a receber as primeiras visitas dos chamados “veranistas”, oriundos de cidades vizinhas que atravessavam o canal em barco a vela. Nesta época, na década de 70 a energia elétrica e o telefone ainda estavam distantes da realidade dos moristas. Os moradores usavam candeeiros a querosene. Até surgir o gerador que fornecia energia das 17h às 22h. A luz elétrica só apareceu em 1985. Na Fonte Grande as pessoas tomavam banho coletivo e a ponte do cais, onde hoje desembarcam diariamente centenas de pessoas, era um pequeno píer de madeira.

Os veranistas permaneciam durante os meses de férias, alugando as casas de nativos e alguns chegaram até a construírem suas próprias casas, situadas principalmente na Primeira Praia. Depois dos veranistas surgiram os mochileiros e hippies que divulgaram para o mundo inteiro a beleza de Morro de São Paulo e o tornaram conhecido mundialmente através de seus testemunhos. Foram através dos hippies também, que muitos estrangeiros ficaram sabendo da existência e conhecendo a ilha de Tinharé e consequentemente alguns aqui se estabeleceram, trazendo seus costumes que foram aos poucos sendo incorporados à cultura local. Muitos destes, não resistiram as belezas naturais e trocaram a sofisticação das metrópoles pela vida rotineira da ilha.

ba morro sp intro

Morro de São Paulo passou a receber turistas de todas as partes do Brasil e do mundo e as casas dos nativos foram se transformando em restaurantes, pousadas e assim nascendo toda uma infra-estrutura para atender a nova demanda chamada de turismo.

As praias originalmente tinham outros nomes. Não eram denominadas pela ordem numérica que possuem hoje. Cada uma tinha uma denominação de acordo com uma característica própria. A Primeira, que também foi a primeira praia a despontar, se chamava “Prainha”. A Segunda que foi descoberta logo após a Primeira no final dos anos 90, era “Poço da Praia”, porque realmente se parecia com um poço.
A Terceira chamava-se “Rio do Pinto”, devido à existência de uma Fazenda, até o início da Quarta Praia, cuja área era conhecida como “A Ponta”. A Quarta Praia era “Mangue Queimado” e ao final desta, no local onde existia outra fazenda que recebia o nome de “Seres”, pelo fato da filha do proprietário chamar-se assim. Já, a Quinta Praia havia originalmente dois nomes: “Mata”, logo no início e “Karapitangui”, mas para o final da praia. A Praia Ponta da Pedra sempre manteve esta denominação, já a Porto de Cima, existem alguns moradores que dizem que esta praia se chamava “Praia do Jeque”, por ter morrido um jegue no local.

ba 4a praia antiga2

Você ficará sabendo mais sobre a história de cada uma destas praias, como ocorreu a povoação, acontecimentos, as pessoas que marcaram estas áreas e algumas curiosidades, no link  Praias.

Na época da Segunda Guerra Mundial, Morro de São Paulo serviu de palco para acontecimentos como o naufrágio dos navios “Arará” e “Itagiba”, que foram torpedeados pelos nazistas na costa. A comunidade socorreu os náufragos e os mais antigos moradores ainda recordam estas lembranças e os tempos de medo por que passaram. Desses saudosos tempos até hoje, Morro de São Paulo passou por incontáveis transformações e o chamado progresso que parecia tão distante por Morro de São Paulo ser localizado geograficamente numa ilha, chegou. Com ele vieram as mudanças. Algumas boas, outras nem tanto. Algumas construções foram feitas desordenadamente. Não houve uma disciplina em algumas partes de ocupações de áreas.

Talvez por falta de organização do poder público ou até mesmo por descaso da própria população que não se preocupou em desempenhar o papel de agente fiscalizador. Mas apesar desta ilha ter sofrido tantas transformações, ainda preserva o que carrega desde a época de seu descobrimento: a beleza natural.
ba morro sp historia barco
E é esta beleza aliada à cultura eclética de seus nativos e moradores que atraem turistas do mundo todo e a torna tão especial. Morro de São Paulo foi, é e continuará sendo um dos lugares mais belos e especiais para morar. E isto é constatado por aqueles que aqui vivem e também por pessoas que visitaram a ilha.

A história de Morro de São Paulo é muito rica e inteiramente desconhecida por muitos de seus habitantes. Desde seu descobrimento até os dias atuais, o processo de evolução pelo qual a ilha passou e o desenvolvimento do turismo. Tudo baseado em poucos escritos e muitos depoimentos dos nativos mais antigos que com toda a certeza são as peças principais deste enredo e merecem todo o respeito e consideração. Foram eles que fizeram deste lugar, além de uma ilha conhecida internacionalmente, um lugar mágico para se viver e que facilmente nos apaixona.
ba Placa MorroSP
Resta-nos agora, respeitá-los e saber cuidar da herança deixada para que possamos usufruir ainda por muito tempo deste paraíso chamado Morro de São Paulo.

 

COMO CHEGAR

Há diversas alternativas de transporte para chegar em Morro de São Paulo que tanto variam no custo quanto no tempo gasto na viagem. Você chegará em Morro de São Paulo através das duas portas de acesso, ou seja, por Salvador ou Valença. O modo que viajará, de avião ou por terra, é que decidirá qual das cidades será seu ponto de partida para Morro de São Paulo. Ao chegar a Salvador, capital baiana, existem três opções diferentes de traslados que fazem o percurso até Morro de São Paulo. Você poderá optar entre as vias aérea, marítima ou a combinação marítima/terrestre.

Cada uma tem valores e tempos diferentes e é muito importante conhecer bem todas as alternativas antes de fazer a reserva de seu vôo já que os horários são limitados.

Caso você  chegue após às 13h ao aeroporto Luís Eduardo Magalhães, não terá outra escolha a não ser  a opção aérea de transporte e se o horário de chegada for depois das 14h terá que dormir em Salvador.

Se escolher pelo traslado aéreo, você não precisará nem deixar o aeroporto, pois ali mesmo ficam localizadas as duas companhias que fazem este percurso.
Para fazer o percurso marítimo, o local de partida será o Terminal Marítimo do Mercado Modelo, situado no centro da cidade, através do catamarã ou de uma lancha e o tempo deste percurso é de 1h40min a 2 horas.

Se a escolha for pela combinação marítima/terrestre, o ponto de partida também é no centro, porém, em outro terminal o de São Joaquim, e você pegará o ferry boat.

Esta maneira é a mais acessível, mas também a mais demorada, podendo chegar até 4 horas de viagem entre ferry boat, ônibus e lancha ou barco até chegar a Morro de São Paulo.

Chegando por Valença, no caso de viajar de ônibus ou automóvel e saindo de alguma cidade ou capital brasileira, o acesso a Morro de São Paulo será através das lanchas rápidas ou barcos convencionais. É importante também ficar atento no horário de saída destas embarcações pois a última parte ás 18h e se você perder esta, terá que pernoitar em Valença.

À partir de Salvador as alternativas de transporte para Morro de SP são os táxis aéreos, as lanchas/catamarãs, e ainda uma combinação de balsa, ônibus/carro e barco/lancha.

Entretanto quem estiver viajando de ônibus ou carro terá que passar pela cidade de Valença e de lá pegar um barco ou lancha para Morro de São Paulo, já que em Morro de SP não entram carros e nem circulam ônibus.

Como Chegar em Morro de São Paulo de Barco

As lanchas e catamarãs que fazem o percurso Salvador-Morro de São Paulo partem do Terminal Marítimo que se localiza em frente ao Mercado Modelo em Salvador. Com saídas diárias, a viagem dura aproximadamente 2 horas (podendo variar de acordo com as condições do mar).
morro lanchas

Abaixo estão listados os horários de saída das embarcações assim como o valor da passagem e informações para contato com as empresas. Lembre-se de chegar aos portos de partida com pelo menos 30 minutos de antecedência para não perder a sua embarcação. Da mesma forma, se estiver viajando na época da alta temporada ou em feriados prolongados, faça reserva para garantir o seu lugar.

É aconselhável também confirmar com as empresas os valores e horários de partida, já que estes podem variar dependendo da época do ano.

 ba catamara-farol-do-morro-de-sao-paulo

Salvador para Morro de São Paulo:

Horário Empresa          Dados para Contato                                          Preço

8:30     Ilha Bela         Website: http://www.ilhabelatm.com.br

Telefone: 55 71 3326-7158

55 71 9195-6744                             R$ 75,00

9:00    Biotur Website: http://www.biotur.com.br

Telefone: 55 75 3641-3327 (Valença)

55 75 3641-0551

Telefone: 55 71 3326-7674 (Salvador)              R$ 75,00

10:30   Ilha Bela          Website: http://www.ilhabelatm.com.br

Telefone: 55 71 3326-7158

55 71 9195-6744                              R$ 75,00

11:30   Lulalu               Telefone: 55 75 9917-1975                             R$ 75,00

13:30   Farol do Morro  Website: http://www.faroldomorro.com.br

Telefone: 55 75 3652-1036                             R$ 75,00

14:00   Biotur              Website: http://www.biotur.com.br

Telefone: 55 75 3641-3327 (Valença)

55 75 3641-0551

Telefone: 55 71 3326-7674 (Salvador)               R$ 75,00

 

lancha ilhabela

Morro de São Paulo para Salvador:

Horário Empresa         Dados para Contato                                           Preço

9:00    Farol do Morro Website: http://www.faroldomorro.com.br

Telefone: 55 75 3652-1036                              R$ 75,00

9:30 Lulalu               Telefone: 55 75 9917-1975                                  R$ 75,00

11:30   Biotur              Website: http://www.biotur.com.br

Telefone: 55 75 3641-3327 (Valença)

55 75 3641-0551

Telefone: 55 71 3326-7674 (Salvador)              R$ 75,00

12:30 Ilha Bela          Website: http://www.ilhabelatm.com.br

Telefone: 55 71 3326-7158

55 71 9195-6744                              R$ 75,00

15:00 Ilha Bela          Website: http://www.ilhabelatm.com.br

Telefone: 55 71 3326-7158

55 71 9195-6744                              R$ 75,00

16:00 Biotur   Website: http://www.biotur.com.br

Telefone: 55 75 3641-3327 (Valença)

55 75 3641-0551

Telefone: 55 71 3326-7674 (Salvador)              R$ 75,00

 

Como Chegar em Morro de São Paulo de Avião

Do aeroporto Internacional Deputado Luis Eduardo Magalhães em Salvador (Telefone: 55 71 3204-1010) partem vôos direto para Morro de São Paulo. Esta é a opção mais cara, entretanto é a mais rápida já que o percurso dura em média de 20 a 25 minutos. Duas empresas de táxi aéreo fazem o trajeto Salvador-Morro de São Paulo – a Addey e a Aerostar.

Em Morro de São Paulo não existe um aeroporto, mas sim pistas de pouso e as empresas de táxi aéreo pousarão em locais diferentes. A Addey aterrisará em uma pista de pouso que se localiza na Terceira Praia, portanto mais próxima da vila, enquanto a Aerostar aterrisa em uma pista localizada na Quinta Praia (ou Praia do Encanto) a cerca de 6 quilômetros de distância da vila. Entretanto a Aerostar disponibiliza um transfer da pista de pouso até o Receptivo na Segunda Praia. Tanto na pista de pouso na Terceira Praia quanto no Receptivo da Segunda Praia os carregadores de bagagem estarão oferecendo seus serviços.

avioes morro

Abaixo estão listados os horários dos vôos oferecidos pelas empresas de táxi aéreo, assim como o valor da passagem e informações para contato com as empresas. Os valores das passagens são por trecho e por pessoa. Cada passageiro tem direito a um total de 15 quilos de franquia de bagagem e se ultrapassar este peso as empresas cobram por quilo excedido.

Os horários listados abaixo são os fixos, entretanto dependendo do período pode haver horários extras, desta forma consulte as empresas para confirmar os horários assim como os preços das passagens, já que estes podem ser reajustados sem aviso prévio.

ba como-chegar-morro-de-sao-paulo-aereo

Salvador para Morro de São Paulo:

Empresa: Addey Taxi Aéreo

Website: http://www.addey.tur.br/

Telefone: 55 75 3652-1284 (Rota Tropical Turismo)

Horário            Preço

8:30                 R$ 225,00

12:30               R$ 225,00

15:30               R$ 225,00

Empresa: Aerostar Taxi Aéreo

Website: http://www.aerostar.com.br

Telefone (Salvador): 55 71 3377-4406 / 55 71 3204-1335

Telefone (Morro de São Paulo): 5575 3652-1535

Horário           Preço

14:30              R$ 231,00

Morro de São Paulo para Salvador :

Empresa: Addey Taxi Aéreo

Website: http://www.addey.tur.br/

Telefone: 55 75 3652-1284 (Rota Tropical Turismo)

Horário            Preço

9:15                 R$ 225,00

13:15               R$ 225,00

16:15               R$ 225,00

Empresa: Aerostar Taxi Aéreo

Website: http://www.aerostar.com.br

Telefone (Salvador): 55 71 3377-4406 / 55 71 3204-1335

Telefone (Morro de São Paulo): 5575 3652-1535

Horário            Preço

15:05               R$ 231,00

Como Chegar em Morro de São Paulo de Ônibus

Como dito anteriormente, em Morro de SP não entram carros nem ônibus. Portanto, para quem optar por viajar de ônibus terá que ir até Valença, que é a cidade mais próxima de Morro de São Paulo.

A partir de algumas cidades brasileiras, como por exemplo, do Rio de Janeiro e de São Paulo, há ônibus que vão direto para Valença. Se você estiver em uma cidade em que não oferece ônibus direto para a cidade de Valença, uma opção é ir até Salvador, de onde partem ônibus para Valença. As empresas de ônibus que fazem o percurso de Salvador a Valença são:

  • Viação São Geraldo

Website: www.saogeraldo.com.br

Telefone: 0800 728 0044

  • Viação Águia Branca

Website: www.aguiabranca.com.br

Telefone: 0800 725 1211

Os endereços e telefones das rodoviárias de Salvador e Valença são:

  • Rodoviária de Salvador

Avenida Antônio Carlos Magalhães, 4362

Telefone: 55 71 3460-8300 / 8343

  • Rodoviária de Valença

Av. Abel Águiar de Queiroz, S/Nº – Centro

Telefone: 55 75 3641-4894

Estando em Salvador, uma segunda alternativa é pegar o ferryboat para fazer a travessia até a ilha de Itaparica. O ferryboat parte do Terminal Marítimo de São Joaquim em Salvador e chega no Terminal Bom Despacho, em Itaparica. A passagem do ferryboat custa R$ 3,65 de segunda a sexta e R$ 4,80 aos sábados, domingos e feriados. O tempo médio da travessia é de 45 minutos e as partidas regulares ocorrem em média a cada 1h10. Para ver a lista de horários disponíveis ou obter mais informações sobre o ferryboat, consulte o site http://www.travessiasonline.com.br ou através do telefone do ferryboat: 71 3254-1020.

Chegando à ilha de Itaparica deve-se então pegar um ônibus (ou van) até Valença. A viagem entre Itaparica e Valença dura cerca de 2 horas e custa na faixa de R$ 10,00 a R$ 12,00.

Chegando em Valença as alternativas de transporte para Morro de São Paulo são as lanchas rápidas (que custam cerca de R$ 14,00) ou os barcos convencionais (também chamados de barcos lentos e que custam cerca de R$ 7,00). O trajeto é feito em uma média de 30-40 minutos com as lanchas rápidas e em cerca de 1:30hs com o barco convencional. As embarcações partem a cada 1 hora, sendo que o último horário é às 18:00hs.

Como Chegar em Morro de São Paulo de Carro

Para quem optar por viajar de carro terá que ir até Valença, que é a cidade mais próxima de Morro de São Paulo, já que em Morro não circulam carros. À partir de Salvador, as alternativas para chegar até Valença são:

  • Via Ferryboat:

Pegar o ferryboat que sai do Terminal Marítimo de São Joaquim para fazer a travessia até a ilha de Itaparica (chegando no Terminal Bom Despacho). O tempo médio da travessia é de 45 minutos e as partidas regulares ocorrem em média a cada 1h10. Para ver a lista de horários disponíveis e os preços ou obter mais informações sobre o ferryboat, consulte o site http://www.travessiasonline.com.br ou através do telefone do ferryboat: 71 3254-1020. Chegando na ilha de Itaparica pegar a estrada BA-001 e prosseguir até Valença.

  • Via Rodovia:

Pegar a rodovia BR-324, depois pegar a BR-101 e por fim seguir pela BA-542 até Valença (ver o mapa da rota).

Chegando em Valença você poderá deixar o seu carro em um dos estacionamentos que existem e pegar uma lancha rápida (que faz o trajeto em uma média de 30-40 minutos) ou um barco convencional (que faz o trajeto em uma média de 1:30hs) até Morro de São Paulo. As lanchas rápidas custam cerca de R$ 14,00 e os barcos convencionais custam cerca de R$ 7,00. As embarcações partem a cada uma hora, sendo que o último horário é às 18:00hs.

PRAIAS

As principais e mais conhecidas praias de Morro de São Paulo estão localizadas no lado sul do vilarejo e são nomeadas seguindo uma ordem numérica, à partir da vila: Primeira Praia, Segunda Praia, Terceira Praia, Quarta Praia e Quinta Praia (também denominada de Praia do Encanto). Com seus coqueirais e águas mornas e transparentes, estas praias são belíssimas e perfeitas para um mergulho e banho de mar.

Cada uma destas praias tem características próprias que agradam a todos os gostos. As Quarta e Quinta Praia, por exemplo, são oásis de sosssego enquanto a Segunda Praia é a praia da agitação, tanto durante o dia quanto à noite.

ba morro aerea

Além destas praias, há também a Praia do Porto de Cima, a Praia da Ponta da Pedra e a Praia da Gamboa que estão localizadas no lado norte da vila de Morro de São Paulo. Estas praias são mais conhecidas dos moradores locais sendo pouco frequentadas por turistas.

PRIMEIRA PRAIA

A Primeira Praia é minúscula. São só trezentos metros. Algumas casas de veraneio, algumas pousadas, umas agências. A praia é a única da ilha com um pouco de ondas. O fundo é de areia, num declive suave mas contínuo. Nas duas laterais há paredes de coral. É o cenário perfeito para vários esportes: natação, mergulho livre, mergulho com cilindro, banana-boat, e uma coisa inusitada: a maior tiroleza do Brasil, que acaba dentro d´água. É a praia mais freqüentada pelos nativos, e não tem vida noturna.

frente-primeira-praia

Com uma extensão territorial de 315 metros, a Primeira Praia de Morro de São Paulo pode ser considerada a menor de todas. O que não a deixa para trás, pois em suas águas pode-se desfrutar de deliciosos banhos de mar. Conhecida pela fama de ser a melhor praia para nadar, a Primeira Praia é ainda local para prática frequente de mergulho e a única da região propícia ao surf. Não é o lugar mais visitado pelos turistas, mas é o mais freqüentado pelos adeptos aos esportes.

É onde fica a Pedra do Moleque, point dos surfistas em Morro de São Paulo e possui também lugares ideais para a prática do mergulho.

ba morro mergulho-primeira-praia

A Primeira Praia faz a alegria dos que procuram por adrenalina. Existem quatro opções: a Tirolesa que possui 350 metros de cabo a 70 metros do chão e liga o Farol à praia, a Banana-Boat e você ainda poderá  deslizar sobre as águas,  andando de esqui aquático, wakeboard ou caiaque.

A Primeira Praia é dona de um visual belíssimo: olhando a sua esquerda no alto do morro se vê o Farol e à direita, a Ilha da Saudade, localizada na ponta da Segunda Praia.

Esta também é a praia de ocupação mais antiga de Morro de São Paulo, abrigando as primeiras casas de veranistas da ilha, muitas já transformadas em pousadas.

ba morro farol

Nesta praia que foram construídas as primeiras casas de veraneio, que hoje na sua maioria, são alugadas para turistas brasileiros e outros vindos de diversos países. No verão as enormes escunas de passeio entravam em contraste com os humildes barcos pesqueiros dos nativos.

Algumas destas antigas casas se transformaram em opções de hospedagem e além destas, foram construídas outras pousadas com inclusive, estruturas maiores oferecendo aos hóspedes itens como piscina e sem falar da belíssima vista para o mar. Na beira da praia há poucas barracas, um total de quatro, sendo que a maioria é muito antiga e pertencem às famílias de nativos que há anos vêm conservando a tradição de sobreviverem do mesmo comércio.

ba PrimeiraPraia

Em todas você encontrará deliciosos petiscos baseados em frutos do mar, como a porção de pititinga, servida na Barraca Manus, uma das mais antigas barracas, ou como na barraca do seu Cacá, uma famosa figura de Morro de São Paulo, que afirma nadar três vezes por semana até Itaparica, há mais de 70 anos.

É comum, principalmente no verão época de maior movimento, ver diversas embarcações atracadas, por ser considerado um bom ponto para ancorar, devido os barcos ficarem protegidos pela encosta e apresentar um grande número de recifes. Possui um ancoradouro natural, servindo também como ponto de desembarque de mercadorias de alguns estabelecimentos comerciais e também de todo tipo de material de construção. Mas isso é visto com mais freqüência na baixa estação e nas primeiras horas da manhã. Devido serem períodos que apresentam menos fluxo de pessoas na praia.  É habitual avistar burricos carregados de tijolos ou areia passarem pela beira da praia, o que gera uma certa curiosidade por parte dos turistas, que chegam até a fotografá-los.

ba morro banana-boat

Ainda é nela que fica o point dos surfistas: a Pedra do Moleque. Pode-se dizer que se trata de uma praia com ondas moderadas na maré alta, porém, não representa perigo aos banhistas. Lógico, você terá que ficar atento, pois os salva vidas ficam apenas na alta temporada.

surf-primeira-praia

Pontos fracos E pontos fortes da Primeira Praia:

 

Pontos Fortes

pontosfortes

  • Próxima da parte central da ilha
  • Boa para banho devido a profundidade
  • Apresenta boas condições p/ surfar
  • Apesar de sua localização, é uma praia calma se comparada a sua vizinha, a Segunda.

Pontos Fracos

pontosfracos

  • O sol se põe cedo
  • Cuidado com as pedras, que
    em maré baixa aparecem na areia
  • Quando a maré está alta tem
    pequena faixa de areia

Dicas pra curtir a primeira praia:

  • De manhã bem cedo com maré baixa é perfeita para pegar um sol, descansando nas cadeiras que as barracas disponibilizam. O melhor horário para curtir esta praia é entre 9h e 15h, período que o sol permanece.
  • Provar os petiscos a base de frutos do mar, vendidos nas barracas.
  • Curtir uma adrenalina, saltando da Tiroleza que fica próxima ao Farol e cai direto nas águas da Praia.
  • Se você não tiver coragem suficiente para pular da Tiroleza, pode dar uma volta de esqui aquático ou de banana boat. Na beira da praia existe uma barraca que aluga estes tipos de serviços.
  • Para os que praticam surf, a Primeira Praia é o point deste esporte em Morro de São Paulo, mais especificamente na Pedra do Moleque onde se aglomeram os surfistas locais a espera das ondas que na maioria das vezes são pequenas.

ba morro tiroleza

SEGUNDA PRAIA

Caminhando mais um pouco, passando no meio de algumas pedras, já se chega na próxima praia. Qual seria? Não tem como errar o nome, afinal as praias são numeradas. A Segunda Praia é o lugar mais agitado, seja de dia ou de noite.

ba aerea segunda-praia

Essa praia nunca pára. É o lugar de tomar banho de sol, jogar frescobol, vôlei, deitar de barriga pra cima nas piscinas naturais. À noite é o lugar do luau, dos inúmeros bares, danceterias, restaurantes. A praia toda tem só quatrocentos metros, e é cercada de arrecifes de coral, ou seja, nunca tem ondas. No final dela está a Ilha da Saudade – que é ilha só na maré bem alta – um dos cartões portais de Morro de São Paulo.

Essa é, sem dúvida, a praia mais badalada de Morro de São Paulo, possuindo restaurantes e bares de diferentes tipos ao longo de seus 400 metros de extensão.

Durante o dia, muitos guarda-sóis dão um colorido especial à paisagem e as espreguiçadeiras oferecem ao visitante a oportunidade de aproveitar o sol, contemplando as belezas naturais de Morro de São Paulo.

ba morro segundapraia

Para os que curtem praticar exercícios físicos, a Segunda Praia oferece redes de vôlei para uso de todos, em qualquer horário do dia, e disponibiliza seu espaço para partidas de futebol, até as 9h da manhã, além de ser um espaço frequentemente utilizado para jogar frescobol e praticar caminhadas e corridas.

Características da Segunda Praia:

A Segunda Praia de Morro de São Paulo situada após a Primeira, possui cerca de 379 metros de extensão, sendo medida até a área onde fica a Ilha da Saudade. Suas águas são ideais para o banho, independente dos períodos da maré.

Quando a maré está baixa, pode se enxergar os corais onde formam-se piscinas naturais. A profundidade da água, rasa, proporciona aos turistas o conforto de ficarem sentados em cadeiras dentro d’água.

ba morro segundapraia2

É nesta praia que se concentra o maior número de restaurantes e barracas e também turistas.

A Segunda Praia é a mais agitada de todas as praias de Morro de São Paulo. Nela todas as tribos se encontram e você poderá curti-lá do amanhecer até o sol se pôr, hora em que começa a preparação para as festas.

Quando surge a noite desponta o colorido das barracas de caipifrutas, espalhadas pela areia na frente dos bares e casas de festas. Esta praia é ideal para curtir até o anoitecer, já que o sol costuma ficar até este horário no final da extensão, próxima a Ilha da Saudade.

Possui uma larga faixa de areia, mesmo em caso de maré alta o que a torna ideal para a prática de esportes como frescobol, futebol, volêi e futvolêi. Na praia há quadraa de volêi, situada no início da praia em frente de uma pousada e a de futvolêi, fica um pouco mais em frente desta. Pode-se ainda ver animadas rodas de capoeira.

capoeira-morro-de-sao-paulo

A Segunda Praia também não fica para trás em relação aos esportes, na beira da praia são praticados frescobol, vôlei e futevôlei.

Na areia da Segunda Praia é rotineiro ver partidas de vôlei e futevôlei. Existem quadras improvisadas para a prática destes esportes e todos os dias há pessoas jogando, sejam turistas ou moradores. Na época em que foi criada, a quadra ficava localizada em frente a Galeria do Funny. Atualmente está próxima a Pousada Vila das Pedras, logo no início da praia. Geralmente as partidas acontecem a partir das 15h. Neste horário jogam os mais “feras”, ou seja, os que tem mais experiência no esporte. A rede permanece dia e noite e a qualquer hora, você poderá jogar. Basta ter uma bola em mãos e formar seu time. Aliás, o spaço é bem democrático, a galera que frequenta não impõe condições.
ba morro volei

Um pouco mais em frente da quadra de vôlei, aproximadamente uns 50 metros, fica a quadra do futevôlei. Idem ao vôlei, o futevôlei também tem sua quadra e seu grupo de jogadores que todos os dias se dedica a este esporte. Tanto que esporadicamente são promovidos campeonatos na ilha com a participação de atletas de fora, vindos da capital e de outras cidades próximas. O profissionalismo é levado a sério e há inclusive premiação em dinheiro para os vencedores, patrocinados por empresários locais e alguns moradores já estão disputando e divulgando o nome de Morro de São Paulo fora do País em competições internacionais.
ba morro segunda-futevolei

O frescobol é outro esporte bastante praticado em Morro de São Paulo e o lugar onde é mais visto é na Segunda Praia, mais precisamente no point do coco (situado no meio da praia). Esta área, inclusive, foi reconhecida pela Prefeitura Municipal como espaço oficial para a prática do esporte na ilha. Falta apenas a colocação de uma placa que delimite o lugar.

morro frescobol 2a praia

Às vezes, geralmente quando a praia encontra-se vazia, os moradores arriscam-se a disputar os famosos “babas”, nome dado as partidas de futebol.
Essa é a praia da badalação, frescobol, paquera… O mergulho não é muito o forte dali. Mas, mesmo assim, um snorkeling na maré baixa pode ser bastante agradável.

Por ser uma área abrigada pelos recifes da Pedra do Moleque, a Segunda Praia de Morro de São Paulo não oferece dificuldades para a prática do esporte.
Não há nenhuma operadora ou agência especializada em mergulho nesta praia. Geralmente, na alta estação existe um ponto próximo às barracas e a da Ilha da Saudade, para aluguel de máscaras, snorkel e nadadeiras ou então você pode se dirigir às companhias que ficam na Primeira e Terceira Praias.

Na Segunda Praia é oferecido um variado cardápio, que pode agradar desde os que preferem uma comida mais natural até quem tem gosto refinado.

ba alimentacao-segunda-praia

A maioria dos lugares servem refeições para uma ou duas pessoas, sendo que dependendo da ocasião e da pessoa, há pratos individuais que satisfazem duas pessoas. Se preferir comer algo mais leve ou somente lanchar, há também algumas casas que servem saladas, sanduíches e crepes.

Nas barracas ao lado da Ilha da Saudade, você encontrará sanduíches, x-burgues, açaí, salada de fruta, sorvete e pastéis. Aliás, tem uma barraca que vende pastéis de diversos sabores salgados e doces que valem por uma refeição completa devido o tamanho do pastel e o valor compensa. Vale a pena experimentar, ainda mais naquela hora que você estiver saindo da balada na madrugada e bater aquela fome. A maior parte das barracas permanece aberta até o amanhecer, horário em que as festas acabam.

À noite, este é o lugar de importantes festas em Morro de São Paulo, que só costumam acabar depois do sol nascer. Às segundas e quintas-feiras é dia de lual, com muita música, dança e caipirinha na areia da praia. E nos restaurantes e bares da orla, além de um cardápio com variadas opções de refeições e petiscos, o som também rola, para todos os gostos.

É na Segunda Praia que acontecem algumas das festas mais badaladas de Morro de São Paulo, o que a fez ter a fama de praia da noite. No local funcionam bares com música eletrônica e ao vivo. As barracas espalhadas em torno dos bares são decoradas com frutas típicas e dão a praia um colorido e visual especiais.

luau-morro-de-sao-paulo

Quando se fala em festa na ilha, o primeiro lugar que se pensa é na Segunda Praia. Quando o sol se põe e aparece a lua é sinal de que o agito vai logo começar.

Os vendedores ambulantes armam suas barracas de caipifrutas e os restaurantes abrem as mesas. Tudo tem que estar pronto para a chegada dos turistas.

Geralmente a noite em Morro de São Paulo inicia tarde, após a meia-noite. Mais cedo, até este horário, a Vila é o point. Mas depois um dos principais caminhos é a Segunda Praia.

As festas agradam todos os gostos e preferências musicais como axé, samba, forró, reggae e música popular brasileira. Além das casas noturnas e bares, ainda tem festas que acontecem esporadicamente, como a festa do Funny  e os luaus, sendo que este último é realizado no verão duas vezes por semana e no resto do ano geralmente acontece uma vez por semana. O pessoal se reúne na frente das barracas de caipifrutas e o som rola solto e a areia da praia vira pista de dança. O resultado não pode ser diferente: amanhece o dia e tem gente ainda na praia, curtindo a animação.
Geralmente estas barracas ficam concentradas próximas aos locais onde estão acontecendo as festas, vendendo caipifrutas para todos os gostos e encantando os turistas. A praia tem uma diversidade de restaurantes e ainda uma galeria com lojas que comercializam roupas e souvenirs, agência, cyber-café, pizzaria e caixa eletrônico. Inclusive na baixa temporada, o fluxo de pessoas pode ser considerado bom, comparado ao número de turistas que circula pelas demais praias. É uma praia agitada e se você está querendo curtir e ficar próximo da galera, este é o point.

ba ilha-da-saudade

No final de sua extensão, já quase chegando à Terceira Praia, fica a Ilha da Saudade. Um aglomerado de pedras, misturado ao meio da vegetação e coqueiros. Para chegar a esta ilha por volta da década de 70, conforme nos contam alguns moradores antigos, era preciso nadar  já que ficava afastada da beira da praia.

Na realidade a Ilha da Saudade recebe a denominação de ilha por ter sido há muitos anos uma ilha. Há aproximadamente 20 anos atrás para se chegar até ela era necessário caminhar com água pela cintura.
Hoje em dia, a Ilha da Saudade fica dentro da Segunda Praia, mais precisamente no final da faixa de areia que liga a Segunda a Terceira Praia.
ba morro terceirapraia1
Com uma vegetação típica não é tão freqüentada. O público que a visita, costuma circular em horários mais alternativos como durante a noite e no final das festas. Talvez pela sua localização, por ficar próxima dos locais onde acontecem as festas e também por tornar os visitantes incógnitos dentro da ilha, há quem goste de usá-la como cenário romântico. Durante o dia pode-se ver também pessoas se exercitando, existem no local alguns equipamentos fixos de ginástica.

Pontos fracos E pontos fortes da  Segunda Praia:

Pontos Fortes

pontosfortes

  • Fica lotada na alta temporada
  • Oferece opções diversificadas de gastronomia e serviços
  • Boa para quem deseja paquerar
  • Tanto durante o dia como a noite tem agito

Pontos Fracos

pontosfracos

  • Às vezes pode estar muito cheia, isso para aqueles que buscam mais privacidade pode não ser bom
  • Não é considerada a melhor praia para o banho devido ter ondas fortes com maré alta e na seca, ser muito rasa.
  • Há muitos vendedores ambulantes, que às vezes, se tornam inconvenientes

ba segunda-receptivo

Dicas pra curtir a segunda praia:

  • Na Segunda Praia você poderá curtir o dia todo, já que o sol permanece até o final da tarde junto às barracas.
  • Sua larga faixa de areia é perfeita para se exercitar com esportes como o vôlei, futvôlei, futebol e frescobol.
  • De todas as praias é a mais freqüentada em qualquer época do ano
  • Você terá muitas opções para saciar sua fome. Desde lanches rápidos até pratos mais refinados. Recomendamos o pastel da barraca Pastel Nativo, que além de ter um preço bom, tem recheios deliciosos e vale por uma refeição.
  • Há vendedores ambulantes que além de comercializar itens de alimentação, vendem também outros artigos como tatuagens de henna, óculos de sol e cangas

TERCEIRA PRAIA

E depois? A Terceira Praia, é claro. No começo tem um muro enorme e é bem urbanizada. Na segunda metade já não tem nada, só um ou outro hotel e uma das pistas de pouso. É dessa praia que saem os passeios para as demais ilhas. Também tem bastante coral, embora o meio da praia seja de fundo de areia, permitindo a entrada de todo tipo de embarcações. É maior que as praias anteriores, com uns 800 metros.

ba terceira praia-morro-de-sao-paulo

Maior que a Primeira e a Segunda, a Terceira Praia que tem uma extensão territorial de 800 metros é considerada uma praia tranquila.
É nesta praia que fica a Ilha do Caitá, uma ilhota cercada de corais e com um único coqueiro. A calma e a transparência das águas são um convite para a prática do caiaque (há um ponto de aluguel no local) e também para o mergulho.

Aliás, é próximo a Ilha do Caitá que fica um dos melhores pontos de mergulho de Morro de São Paulo, onde se vê várias espécies de peixes.
ba morro 3a praia caita

Sua faixa de areia é bem estreita e quando a maré está alta é difícil conseguir caminhar sem molhar os pés. Mesmo com o pouco espaço há pessoas que arriscam partidas de frescobol na beira da praia. A Terceira Praia conta com uma boa infra-estrutura que inclui pousadas, restaurantes, lojas e mercados. As pousadas são para todos os gostos e “bolsos”.

Há as mais requintadas, que oferecem mais conforto e cobram bem por isto como também as mais simples, que cobram preços acessíveis e obviamente, não possuem a mesma infra-estrutura. É na Terceira Praia que fica uma das pistas de vôo, utilizada pela empresa Addey e situada ao lado da área de uma pousada.

ba morro pista-de-pouso

A área ao lado da pista, durante alguns dias da semana, serve também como quadra de futebol para os moradores da ilha. Nesta mesma pousada, que é chamada de Fazenda, foi que a história desta praia começou e trata-se da mais antiga plantação de coco da Ilha de Tinharé e mantém até hoje esta tradição cultivando em suas terras plantações de coco.

ba morro terceira caeira
A Terceira Praia de Morro de São Paulo não é uma praia muito badalada, mas por ficar situada ao lado da Segunda, você não encontrará dificuldades caso deseje curtir um agito.

Características da Terceira Praia:

Sua primeira metade é um pouco mais agitada, devido às muitas pousadas, e à alguns bares, restaurantes e lojinhas, localizados bem próximos ao mar. Uma grande mureta de pedras facilita o passeio à beira-mar quando a maré está alta, pois permite que os visitantes e nativos de Morro de São Paulo possam cruzar este trecho da Terceira Praia sem molhar os pés.

ba morro terceirapraia2

A segunda metade possui um ar bem mais tranquilo, com poucas construções e bastante mata nativa. Sua faixa de areia, um pouco mais larga, favorece o relaxamento e o banho de sol e de mar. É deste ponto que torna-se mais visível o arrecife do Caitá, uma ilhota de pedra, bem em frente à praia, um dos melhores locais para mergulho em Morro de São Paulo.

A Terceira Praia se diferencia da Primeira e da Segunda, por não ser tão agitada como estas, podendo ser considerada uma praia calma, sem muito agito. Possui uma boa estrutura: existem vários restaurantes e pousadas, tanto para os que procuram preços mais acessíveis como também para quem deseja ter conforto e requinte.

ba morro terceirapraia3

A areia tem uma tonalidade mais escura e mais grossa, tendo ainda uma faixa estreita. Quando a maré está alta esconde totalmente a areia e com maré baixa fica um espaço, onde os turistas aproveitam para caminhar na beira da praia. O sol geralmente sai cedo desta praia, em média às 17h.
O mar costuma ser calmo sem ondas e com maré seca aparecem muitos recifes e corais. É desta praia que partem os barcos e lanchas que saem para os passeios em volta à ilha. Geralmente ficam ancorados ao lado da pista de vôo. Devido não ter uma grande faixa de areia, como a Segunda Praia, na Terceira não é visto muito a prática de esportes como futebol ou frescobol.

frescobol-morro-de-sao-paulo

Ás vezes pode-se ver algumas pessoas jogando, em ocasiões que a maré permite. A pista de vôo, localizada ao lado da Fazenda Caeira serve também como campo de futebol.

Na Terceira Praia pode-se encontrar vários restaurantes, porém, a maioria comercializa pratos de frutos do mar e os valores oscilam, dependendo do lugar e do tipo de refeição. Outra especialidade da culinária que você encontrará nesta praia são as variedades de massas e pizzas.

ba morro 3a praiabarraquinhas

Os restaurantes distribuídos em sua maioria no início da praia, oferecem cadeiras e sombreiros para os turistas. O cardápio é diversificado, mas o que mais se vê são pratos de frutos do mar. Há também uma pizzaria, localizado junto a uma pousada. A vida noturna não é muito movimentada. Esporadicamente são realizadas festas numa pousada, mas não são eventos fixos e são promovidos por empresários locais.

É da Terceira Praia que saem os principais passeios de lancha partindo de Morro de São Paulo para as ilhas vizinhas e também os caiaques que levam ao arrecife do Caitá.

É considerado um dos melhores pontos de mergulho de Morro de São Paulo. Para aqueles que gostam de mergulhar vale a pena conhecer.

ba morro mergulho terceira

Na Terceira Praia, junto à Ilha do Caitá, está o segundo melhor lugar para saídas de praia em Morro de São Paulo. Você poderá optar entre usar cilindro ou apenas máscara, snorkel e nadadeiras. A melhor época também é no verão e a melhor maré, a baixa. Na área abrigada entre a praia e a Ilha, o snorkel é bem praticado.
Na parte de fora, cuja profundidade é de 14 metros e o paredão formado pelo relevo da Ilha, Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE oferece um bom ponto para o mergulho autônomo.  Os recifes de corais nessa área já não estão tão preservados, mas mesmo assim é possível mergulhar na companhia de polvos, cardumes, linguados e os famosos peixes-morcego, muito comum em todos os pontos de mergulho de Morro.

ba 3a praia piscina

A Ilha do Caitá, segundo os antigos habitantes de Morro de São Paulo sempre teve este nome e sua principal característica e diferencial está no fato de ter um único coqueiro.

morro ilha-do-caita
O que também chama atenção, dos turistas e a faz receber muitas visitas . É uma ilha pequena, com uma extensão de 800 metros. Para quem tem fôlego pode chegar nela, facilmente nadando ou se este não for seu caso, poderá alugar um caiaque.

Pontos fracos E pontos fortes da Terceira Praia:

Pontos Fortes

pontosfortes

  • Os serviços são suficientes: há restaurantes, mercados e lojas.
  • Fica muito próxima a Segunda, para os que desejarem ir às festas isto facilitará.
  • O mar calmo é ideal para passear de caiaque
  • Fica um dos melhores points para mergulho:
    Ilha do Caitá
  • É uma praia tranqüila, sem grandes agitos.
    Boa para descansar

Pontos Fracos

pontosfracos

  • É uma praia com uma pequena faixa de areia
  • Não é das melhores praias para banho,
    principalmente em maré baixa, pois aparecem
    muitos corais e recifes.

Dicas pra curtir a terceira praia:

  • Uma das melhores dicas para curtir a Terceira Praia é alugar um caiaque e passear até a Ilha do Caitá.
  • Mergulhar junto a esta ilha para ver os recifes de corais e a variada vida marinha também é uma
    boa pedida para os que gostam de esportes aquáticos.
  • Para aqueles que preferem exercícios mais leves, a opção é caminhar na estreita faixa de areia, com a água nos pés.
  • Curtir a tranquilidade e a paz que a praia tem, já que ao lado, fica o agito da Segunda.
  • Provar em um dos restaurantes que fica a beira-mar os petiscos ou ainda um prato típico baiano
  • Para os que não dispensam a tradicional pizza, vale experimentar a servida no Chez Max.

passeio barco terceira praia
QUARTA PRAIA

Daqui em diante Morro de São Paulo já é o lugar das praias desertas. A Quarta Praia tem mais de quatro quilômetros e quase nenhum movimento. Claro, bem no começo dela até junta uma galerinha no meio do verão, que fica curtindo as piscinas naturais. Mas isso é só nos primeiros 200 metros. Depois é uma praia super tranqüila, com alguns hotéis e pousadas e muitos, muitos coqueiros. Quer dizer que quem ficar hospedado nessa praia vai ter que caminhar “tudo isso” de volta até a vila? Não. Atrás da Segunda Praia começa uma estrada que segue paralela à Terceira e à Quarta Praia. Nessa estrada, os únicos veículos da ilha que trafegam, são tratores, jipes e alguns furgões, cada um de um hotel. Antigamente esses tratores andavam pela praia, mas hoje isso é proibido. É também por esta estrada que se chega à segunda pista de pouso, depois da Quarta Praia.

ba morro quartapraia1

A Quarta Praia de Morro de São Paulo é a maior das praias de Morro de São Paulo em extensão, medindo 5 quilômetros de extensão. Podemos dizer que esta praia é pura natureza e além de preservar as belezas naturais, conserva o lado bucólico da ilha, retratado através de um cenário onde prevalece a tranquilidade. Mesmo em alguns períodos da alta temporada e feriados prolongados, podemos ver a praia deserta com apenas uma única presença: a da natureza exuberante e caracterizada pelos manguezais, vegetação nativa e extensos coqueirais. A Quarta Praia já foi considerada pela Revista Terra, em Janeiro de 1996, uma das 10 praias mais bonitas do Brasil.
ba morro quartapraia2
Distante apenas oito minutos caminhando da Segunda Praia, é a paisagem perfeita que alguém pode sonhar para descansar: uma praia linda e deserta, com uma faixa verde de coqueiros de um lado e piscinas naturais no mar, do outro. Por ser uma praia calma, a torna ainda mais recomendável para quem viaja com crianças.

Existem poucas pousadas e restaurantes, mas as pousadas existentes têm infra-estrutura suficiente para a demanda. Na maré baixa suas águas transparentes formam piscinas naturais e são muito visitadas pelos turistas que alimentam os peixinhos com pequenos pedacinhos de pães. Por este motivo esta praia também é conhecida pelo nome de “Praia das Piscinas”.

piscina-naturais-morro-de-sao-paulo

Apesar da longa faixa de areia, não se vê com regularidade pessoas praticando esportes. As piscinas naturais são indicadas e perfeitas para quem deseja mergulhar com máscara, tanto importa com maré baixa ou alta, pois nas duas ocasiões é possível se divertir enxergando inúmeros peixinhos coloridos
Os surfistas também frequentam a Quarta Praia, há um ótimo point no local. (confira no link Esportes/Surf). Para os que gostam de caminhar na praia, esta é perfeita, devido ser uma das mais calmas e de possuir uma larga faixa de areia é ideal para curtir uma longa caminhada e esquecer-se do mundo. Apesar de ficar localizada distante do burburinho das outras praias, a distância não é grande.

Do ponto onde começa a praia até a Vila são 1.700 metros. Muitos turistas a preferem pela privacidade que esta proporciona. Caminhando pela praia, pode-se chegar até o Zimbo, um povoado simples e com pouca infra-estrutura ainda, onde prevalecem as casas residenciais. Depois de todas estas características que citamos e ler as informações e dicas abaixo, você terá a exata noção de como é a Quarta Praia de Morro de São Paulo e ficará ansioso para desfrutar deste paraíso. Confira.

ba morro quartapraia

Características da Quarta Praia:

É a praia mais tranqüila e mais extensa de todas e o movimento é somente no início da praia. A belíssima paisagem atrai turistas de todos os cantos do mundo, sendo mais visitada por estrangeiros que justificam a escolha pela particularidade do lugar.

Na sua areia branca e fina é comum avistar adeptos do topless, que aproveitam a calmaria da praia para pegar um bronzeado.

A Quarta Praia ainda não é tão explorada comercialmente, pois tem poucos hotéis e pousadas, porém, são lugares que têm toda infra-estrutura necessária já que ficam um pouco mais afastados da Vila (parte central da ilha) de Morro de São Paulo. Diferente das demais praias, não tem a mesma agitação e o comércio vistos nas outras. Os restaurantes não são muitos, mas suficientes para atender os turistas que freqüentam o local.

ba morroQuartaPraia3

Existem também comerciantes que a percorrem de ponta a ponta vendendo água de coco e petiscos como queijo assado na brasa e pastéis. Logo na entrada da praia há um ponto de venda chamado de “Parada Obrigatória”, que justifica perfeitamente o nome, pois vende uma deliciosa água de coco e caldo de cana bem gelados. O acesso se faz da mesma maneira que nas outras praias, ou seja, andando. Porém, os hóspedes das pousadas situadas na Quarta Praia de Morro de São Paulo podem ainda se locomover através dos transportes que ficam à disposição e saem da estrada paralela a praia, no chamado Receptivo.

Esta praia tem ainda uma atração que a difere das outras da ilha: quando a maré está baixa, nas piscinas que se formam, você verá vários peixinhos de tamanhos e cores variados que nadam ao seu redor. Este diferencial não diverte somente as crianças, mas também turistas de todas as faixas etárias que alimentam os peixes com farelos de pães. É esta característica que faz com que a praia seja também conhecida por “Praia das Piscinas”.

ba quartapraia2

Essa praia é famosa pelas piscinas naturais que se formam na maré baixa. Mergulhar lá é diversão para a família inteira. Com águas tranqüilas, mornas e cheias de peixinhos coloridos, as piscinas da Quarta Praia fazem sucesso.

Os turistas costumam levar pedacinhos de pão, para alegria deles e dos peixinhos. Antes de ir, se informe sobre o horário da maré e não se esqueça de levar seu equipamento ou alugar máscara e snorkel, já que nesta praia não há empresas nem pontos de aluguel. As nadadeiras não são necessárias, mas uma sapatilha confortável é uma boa pedida.

piscina-na-quarta-praia-morro-de-sao-paulo

Ainda na Quarta Praia é possível realizar passeios de bicicleta e charrete, e também andar a cavalo.

Na Quarta Praia existem poucas opções gastronômicas. A maioria dos estabelecimentos pertence às próprias pousadas e algumas têm restaurantes que atendem além dos hóspedes, o público em geral, mas ficam situados dentro das áreas dos hotéis e distantes do início da praia.

ba morro passeio cavalo1

Logo na chegada da Quarta Praia, você encontrará dois restaurantes que ficam na praia, um chama-se Bar das Piscinas, que se destaca pela decoração rústica. O outro é o Pimenta Rosa. Perto da chegada no Zimbo encontra-se o Restaurante Deck do Porto Do Zimbo.

morro-sao-paulo-quarta-praia

É na Quarta Praia que estão os hotéis com maiores áreas de lazer e também os resorts de Morro de São Paulo, mas o movimento dos visitantes concentra-se prioritariamente no início, próximo à Terceira Praia, onde se localizam alguns bares que disponibilizam mesas e cadeiras. O final da Quarta Praia é conhecido como Praia do Encanto.

 

Pontos fracos E pontos fortes da Quarta Praia:

Pontos Fortes
pontosfortes

  • É uma praia tranqüila. Recomenda-se para quem foge do agito.
  • As piscinas naturais formadas na maré baixa
  • Água calma e transparente, boa para banho

Pontos Fracos

pontosfracos

  • Tem pouco movimento, ficando na baixa temporada praticamente deserta
  • Há pouca variedade de serviços e de gastronomia
  • A distância: quem se hospeda nela, tem que caminhar ou pegar transporte a noite, pois fica um pouco afastada da parte central da ilha

quarta praia-morro-de-sao-paulo

Dicas pra curtir a quarta praia:

  • Caminhar sem se preocupar com nada pela comprida faixa de areia da praia
  • Alimentar os inúmeros peixinhos que ficam nas piscinas naturais
  • Ficar apreciando o visual do mar com as águas tranquilas e cristalinas
  • Provar as delícias do Pimenta Rosa ou do Bar das Piscinas e relaxar nas espreguiçadeiras.
  • Se refrescar com uma água de coco ou um caldo de cana bem gelados no ponto “Parada Obrigatória”
  • Alugar um cavalo e cavalgar até a Quinta Praia

QUINTA PRAIA OU PRAIA DO ENCANTO

Acabou? Não. Tem ainda uma “quinta” praia, mas ela se chama Praia do Encanto. Se a Quarta já era tranquila, essa sim, é deserta. Tem alguns hotéis, piscinas naturais, e termina num imenso manguezal, a Ponta Panã. Aqui acaba aquilo que se conhece por Morro de São Paulo, mas a ilha de Tinharé (é, o nome da ilha não é Morro de São Paulo) ainda continua.

A Quinta Praia de Morro de São Paulo, conhecida também como Praia do Encanto, é a última das praias de Morro de São Paulo e a mais isolada. Com 1.600 metros é lugar onde não se escuta o burburinho das outras praias, somente o barulho do mar e da brisa. São dois quilômetros de praia praticamente desertos.

O cenário é uma mistura de coqueirais e manguezais com areia branca e águas calmas. Poucas pousadas e hotéis compõem a infra-estrutura do local. É a mais preservada de todas, uma excelente opção para quem procura paz e tranquilidade, sendo considerada uma praia semi-deserta.
qa morro quinta-praia

Apesar deste detalhe, não deixa a desejar quando se fala em conforto, pois os hotéis e pousadas proporcionam tudo o que é necessário para assegurar a comodidade dos clientes.

Para se chegar até esta praia pode-se ir caminhando, porém, o percurso da Primeira até ela pode durar no mínimo 40 minutos e aconselhamos que este trajeto não deva ser feito por pessoas que não conheçam a área, pois dependendo das condições da maré pode se tornar difícil. A Quinta Praia é separada da Quarta por um pequeno manguezal que pode ser atravessado sem dificuldades na maré baixa.
ba morro encanto1

Para fazer o passeio além de estar acompanhado com alguém que conheça a praia, é fundamental não se esquecer de levar água e boné para proteger-se do sol, pois durante o percurso você dificilmente encontrará vendedores ambulantes, que geralmente ficam até a Quarta. Os banhistas podem desfrutar das águas calmas e da sombra da vegetação à beira do mar. O local é um verdadeiro refúgio e sua história e processo de desenvolvimento não estão num passado tão distante. Pois foi a última praia a despontar na ilha e poucas pessoas falam sobre sua trajetória. Veja a seguir algumas características deste recanto de Morro de São Paulo e confira se a Quinta Praia é a sua preferência. De qualquer maneira se não for a escolhida para hospedar-se, uma caminhada até ela com certeza fará parte de seu roteiro na ilha.

Características da Quinta Praia:

Separada da Quarta Praia por um pequeno manguezal que pode ser atravessado sem dificuldades na maré baixa, tem dois quilômetros de praia praticamente deserta. Tem piscinas naturais mais profundas, boas na maré baixa.

morro quinta praia

É a praia mais bem preservada de Morro de São Paulo, mais tranqüila, e o lugar ideal para quem busca paz e contato com a natureza.

Algumas pessoas a consideram a melhor das praias para hospedar-se, pois a estrutura dos hotéis conta com os traslados dos hóspedes até a Vila em vários horários durante o dia e a noite. Claro, se depende destes transportes, mas por um lado também é cômodo para os hóspedes.
Já falar de vida noturna nesta praia é impossível.

ba morro encanto3
Pois como é afastada do centro e do agito a única saída para quem deseja diversão na noite é curtir as baladas das praias vizinhas ou da Vila.

Depois da Quarta Praia, já na Quinta, começa uma infinidade de opções para quem quer passar o dia sem compromisso. Com máscara, snorkel, protetor solar e algumas garrafinhas de água, o turista mergulhador poderá ficar a vontade em piscinas naturais e pequenos recifes. É uma boa opção que reúne mergulho e tranqüilidade. Não se esquecendo de alugar os equipamentos antecipadamente na empresa que fica na Primeira Praia ou ainda nos pontos da Segunda.

A Quinta Praia não dispõe de restaurantes, a não ser os que ficam dentro das pousadas.

ba morro alimentacao quinta praia

Pontos fracos E pontos fortes da Quinta Praia:

Pontos Fortes
pontosfortes

  • A mais preservada das praias
  • É deserta, portanto, ideal para quem deseja isolar-se
  • Pousadas com amplas áreas verdes de lazer

Pontos Fracos

pontosfracos

  • Não há serviços de restaurantes e comércio em geral, somente os existentes nas pousadas
  • Distante da Vila, e depende de transporte
  • Não há vida noturna

quinta praia

Dicas pra curtir a quinta praia:

  • A melhor dica de todas é usufruir da tranquilidade que esta praia tem
  • Pegar um sol e curtir a beleza da praia com suas águas cristalinas
  • Ficar dentro das piscinas naturais que se formam na maré baixa
  • Cavalgar da Quinta Praia de Morro de São Paulo até as outras praias
  • Mergulhar ou navegar no mar calmo
  • Aproveitar o conforto proporcionado pelas pousadas e hotéis

PRAIA DO PORTO DE CIMA

E o outro lado da ilha? Bom, voltando lá pro porto da vila… onde chegamos, pode-se seguir para o outro lado. Depois de passar por algumas pedras, chega-se na praia do Porto de Cima.

A Praia do Porto de Cima é a primeira praia do lado norte de Morro de São Paulo, na direção do povoado da Gamboa. Margeada pela mata nativa, esta praia tem águas rasas e cristalinas.

ba morro porto de cima

A Praia do Porto de Cima, entretanto tem uma faixa de areia estreita que fica coberta na maré alta. Ainda pouco frequentada pelos turistas – a maior parte simplesmente passa por aqui na caminhada para a Praia da Gamboa – a Praia do Porto de Cima é aquele oásis de sossego secreto para aqueles que querem fugir do burburinho.

A Praia do Porto de Cima fica a uns poucos minutos de caminhada do cais de Morro de São Paulo, mas este acesso só é possível com a maré baixa. A maré estando alta, a opção é chegar pela Rua do Porto de Cima, que fica próxima à Fonte Grande.

PRAIA DA PONTA DA PEDRA

A Praia da Ponta da Pedra se inicia logo após a Praia do Porto de Cima. É outro óasis de sossego, já que nesta praia não existem pousadas, restaurantes ou barracas de praia. Aqui existe apenas o Iate Clube, que é onde as pessoas que visitam Morro de São Paulo com barcos próprios ancoram.

ponta da pedra

Também emoldurada pela bela vegetação da Mata Atlântica, a Praia da Ponta da Pedra é repleta de rochas na beira do mar onde se formam piscinas naturais com águas cristalinas e calmas. Assim como a Praia do Porto de Cima, a Praia da Ponta da Pedra também é pouco frequentada pelos turistas, servindo mais como caminho para a Gamboa.

Seguindo em direção a Gamboa, encontra-se a encosta de argila. Segundo os nativos a argila rosada é um excelente esfoliante, vale à pena provar.

ba praia ponta da pedra

 

A Praia da Ponta da Pedra fica a cerca de 15 minutos de caminhada do cais de Morro de São Paulo, mas este acesso só é possível com a maré baixa. A maré estando alta, a opção é ir pela Rua do Porto de Cima (que fica próxima à Fonte Grande) e que dá acesso a Praia do Porto de Cima e continuar caminhando pela beira mar até chegar a Praia da Ponta da Pedra.

 

PRAIA GAMBOA DO MORRO

Se a maré estiver baixa, dá pra caminhar até a Gamboa. Lá tem um clube de vela, onde se pode alugar veleiros de todos os tamanhos, e diversos bares e restaurantes. Gamboa é um povoado de pescadores, mas hoje abriga muitos dos trabalhadores de Morro de São Paulo. É uma ótima praia para passar o final de tarde.

morro gamboa2

A parte da ilha voltada para o continente não tem praias, só manguezais. Há mais dois povoados: Galeão e Canavieira. O primeiro tem uma igrejinha no alto de um morro, visível de muito longe. O segundo tem um criatório de ostras. E o “miolo” da ilha? Essa parte ainda é praticamente como quando os portugueses chegaram aqui: grandes áreas de mata atlântica, restingas e manguezais.

Está situada do lado noroeste da ilha, voltada para o continente, sendo a primeira imagem que os visitantes vêem ao chegar à Morro de São Paulo.

ba morro gamboa1

Uma das mais famosas atrações da praia é a encosta de argila, que segundo os nativos tem ação medicinal no tratamento da pele. Além disso, a Praia da Gamboa possui também um dos povoados mais desenvolvidos de Morro de São Paulo, onde mora grande parte da população da ilha, e em sua extensão de areia encontramos algumas opções de restaurantes com cardápio típico da região.

ba EncostaDeArgila

morro banho-de-argila

Também na Praia da Gamboa está localizado o Clube da Vela de Morro de São Paulo, um espaço dedicado ao iatismo, com passeios, cursos e acompanhamento de profissionais. Neste local, tanto velejadores iniciantes, quanto os mais experientes podem alugar equipamentos, e fazer aulas ou passeios a bordo das embarcações.

morro praia-da-gamboa

Gamboa é o povoado de pescadores que se localiza próximo a Morro de São Paulo. Sua praia é tranquila, com uma extensa faixa de areia branca e águas calmas. Esta praia é menos movimentada que as praias do Morro, mas tem boa infra-estrutura com várias barracas de praia onde você poderá se sentar para tomar uma cervejinha gelada e provar as delícias da culinária local que são oferecidas no cardápio.

A Praia da Gamboa pode ser acessada a pé ou de barco. O trajeto de barco dura cerca de 10 minutos e os barcos partem periodicamente do cais de Morro de São Paulo para o cais da Gamboa. De lá até a parte onde se localizam as barracas de praia é um pulinho. O trajeto a pé, que também se inicia no cais de Morro de São Paulo, só pode ser feito com a maré baixa (informe-se na sua pousada ou hotel sobre os horários da maré), já que com a maré alta o caminho fica coberto de água. Você pode ainda fazer uma combinação e ir à pé, enquanto a maré está baixa e voltar de barco.

morro caminhada Gamboa

A melhor forma de conhecer a praia da Gamboa é através de um passeio que parte da vila de Morro de São Paulo, mais precisamente da Terceira Praia, e segue para a Gamboa, visitando também a Ponta do Curral. No caso de maré baixa, é possível ainda ir e voltar a pé.

PRAIA PONTA DO CURRAL

Conheça os principais pontos da baia de Tinharé a bordo de um barco.

Passeio feito nas tradicionais embarcações de madeira da Bahia, os saveiros. Visita à Ponta do Curral, lugar onde foi introduzido o gado bovino no Brasil, o banco de areia da Coroa, e a encosta de argila da Gamboa.

ba morro pontadocurral

A ordem dos pontos visitados e os horários de saída e retorno dependem das condições de maré.
É um dos passeios mais tranqüilos de Morro de São Paulo.

Duração de aproximadamente 6 horas.

PRAIA GARAPUÁ

Isolada das demais praias de Morro de São Paulo, Garapuá é a única praia da ilha que apresenta o fundo totalmente de areia. Tem um pequeno povoado pitoresco que recebe muito bem seus visitantes.

Uma praia belíssima, isolada entre manguezais, e quase deserta. Tem apenas um pequeno vilarejo de pescadores e alguns restaurantes nos seus quase dois quilômetros de praia com águas profundas e quentes. De todas as praias de Morro de São Paulo, é a única sem corais, somente fundo de areia.

ba morro garapua2

A melhor maneira de visitá-la é fazer um passeio por uma trilha na Mata Atlântica.

Caminhando por uma ilha partindo da quinta praia – onde é essencial ter um guia – pode-se chegar a Garapuá, uma enseada com uma minúscula vila de pescadores. Não convém se aventurar sozinho nessa trilha. Se você encontrar o caminho, são 6 quilômetros desde o final da Praia do Encanto. Da vila de Morro até Garapuá dá uns 14 quilômetros. Depois de Garapuá tem mais uns 10 quilômetros de praia deserta, o Pontal, ou Pratigi. Acaba no Rio de Inferno, que divide a ilha de Tinharé da ilha de Boipeba.

PRAIA DO PONTAL OU PRATIGI

É a maior praia da ilha de Tinharé, com 10 quilômetros, e também a mais isolada. É completamente deserta, e difícil de chegar até de barco.

A melhor forma de conhecê-la é fazer uma caminhada pelas praias desertas do local, são mais de 12km de praias imensas e praticamente intocadas.

morro pratigi3
Não confunda: há OUTRA praia com o mesmo nome, mais próxima a Barra Grande, onde acontece um evento chamado “Universo Paralelo”. Essa festa NÃO é em Morro de São Paulo.

Falta mais alguma coisa? Só você!

O QUE VER E FAZER

Em Morro de São Paulo você tem inúmeras opções de coisas para ver e fazer, tanto de dia como de noite. Durante o dia, a vida no Morro gira principalmente em torno de suas belas praias. Você pode nadar, mergulhar, andar de banana boat na Primeira Praia, jogar vôlei ou futebol na Segunda Praia, fazer uma caminhada pela Quarta Praia, ou simplesmente ficar deitado na areia e curtir o sol sossegado. Além disto, você pode fazer passeios de barco para ilhas vizinhas ou ainda trilhas/caminhadas que levam a belas paisagens e atrações de Morro de São Paulo, como por exemplo, o Farol, de onde se tem uma vista panorâmica fantástica do Morro, ou a Fortaleza, de onde pode-se apreciar um belíssimo pôr do sol. A noite é só escolher entre uma das badaladas festas para dançar e se divertir até o dia amanhecer.

A Vila

A pitoresca vila de Morro de São Paulo é um lugar que tem um charme único e encantador. Cheia de vida, colorida e vibrante, a vila é o centro de Morro de São Paulo. É onde se concentram a maior parte das pousadas, restaurantes e lojas em geral. A vila de Morro de São Paulo é pequena e aconchegante. Tudo pode ser alcançado à pé e com pouco tempo de caminhada.

A rua Caminho da Praia e a praça Aureliano Lima compõem a parte principal da vila. É aqui o ponto de encontro à noite, é onde todo mundo vai “para ver e ser visto”, e é onde a badalação noturna começa. Como o seu nome já sugere, a rua Caminho da Praia é a rua que leva às principais praias do Morro.

ba caminho-da-praia-morro-de-sao-paulo

Nesta rua, os bares, restaurantes e lojinhas se enfileiram uns ao lado dos outros e à noite ainda ganham a companhia das coloridas barracas de caipifruta e doces que aqui são montadas. Na sequência da rua Caminho da Praia está a praça Aureliano Lima, onde todos os dias à partir das 19 horas ocorre a feira de artesanato e onde está localizado o Casarão, um sobrado rosa da época colonial que faz parte dos monumentos históricos do Morro. Do lado do Casarão tem um portal, o qual dá acesso a Rua da Fonte Grande. Esta rua leva a outro monumento de Morro de São Paulo, a Fonte Grande.

ba Vila Pracinha

A vila de Morro de São Paulo tem ainda a Praça da Amendoeira, que é a praça que fica no topo da ladeira do cais e em frente a igreja Nossa Senhora da Luz, e na continuação desta praça tem a rua do Farol, que como o nome já indica é o início do caminho que leva ao farol.

ESPORTES E ATIVIDADES

Se você é do tipo que não gosta de passar o dia todo deitado tomando sol e procura um pouco mais de ação e movimento durante suas férias, você encontrará muitas opções em Morro de São Paulo. Veja abaixo as diversas opções de atividades e esportes que você pode praticar durante sua estadia em Morro de São Paulo.

Tiroleza

Para quem gosta de aventura, uma boa dica de atividade a fazer é a descida de tirolesa, que se localiza no Farol do Morro. Você descerá pendurado a um cabo de cerca de 340m de comprimento e que fica a 70 metros do chão e aterrissará nas águas da Primeira Praia. Adrenalina pura!!

morro Tirolesa Small

Piscinas Naturais da Quarta Praia
Outro programa imperdível é se refrescar e relaxar nas piscinas naturais que se formam no início da Quarta Praia e observar os peixinhos coloridos que nadam ao seu redor e comem na sua mão (informe-se na sua pousada ou hotel os horários em que a maré vai estar baixa – que é quando as piscinas naturais se formam – para não perder esta atração). Uma experiência única que com certeza vai agradar tanto a crianças quanto a adultos.

morro piscinas naturais

Mergulho
Com suas águas cristalinas e repletas de corais com peixinhos coloridos Morro de São Paulo é um paraíso para os amantes do mergulho. Em Morro de São Paulo, você tanto poderá mergulhar somente com snorkel nas águas mais rasas da Quarta Praia quanto poderá mergulhar em águas mais profundas. Na ilha você encontrará empresas de mergulho que alugam todos os equipamentos necessários para a prática do esporte assim como oferecem cursos.

Em toda as praias de Morro de São Paulo você pode mergulhar com apenas com máscara e snorkel. Em algumas é melhor quando a maré está baixa, próximo dos arrecifes. As piscinas naturais do início da Quarta Praia são um ótimo ponto para iniciantes.

ba mergulho terceira praia

Surf
Os amantes do surf não terão que abdicar da prática deste esporte enquanto visitarem Morro de São Paulo, já que há bons lugares para pegar uma onda. Os melhores pontos são na Pedra do Moleque e na Quebrancinha, ambos na Primeira Praia e os melhores meses para surfar em Morro de São Paulo vão de junho a setembro. Se você ainda não pratica o esporte poderá começar a aprender em Morro de São Paulo, já que encontrará uma escola de surf que oferece cursos. Também há diversos locais que alugam pranchas.

 ba morro surf-intro

Kitesurf

O kite surf vem sendo bastante praticado em Morro de São Paulo e o melhor lugar na ilha para o esporte é a Quarta Praia. Outros lugares indicados são a Ponta do Curral e a Praia de Moreré, em Boipeba. Quem desejar pode fazer aulas ou somente alugar os equipamentos.

ba morro kite-surf

Vela
Há veleiros monocasco e catamarãs para alugar na praia da Gamboa. As opções são o Laser, Holder, Hobie Cat 14´, 16´ ou 18´, Tornado, e catamarã 30’. Também se pode fazer aulas de vela, ou mesmo passeios para os locais normalmente só visitados de lancha.

ba morro clube-de-vela2

Wakeboard e Esqui Aquático
Há várias lanchas preparadas para estes esportes, tendo todos os equipamentos necessários. Os melhores lugares são na Gamboa, mas as saídas também costumam acontecer na Primeira ou na Terceira Praia.

Banana-Boat

Para os amantes de ação, uma outra atividade a ser praticada nas praias de Morro de São Paulo é uma volta de banana-boat. O ponto de venda e partida é na Primeira Praia.

ba morro BananaBoat

Caiaque
Mais uma opção de lazer em Morro de São Paulo é dar umas remadas em um caiaque. Nas Primeira e Terceira Praia há locais onde você pode alugá-los.

morro caiaques
Andar de caiaque: Alugue um caiaque e se aventure pelas águas da Terceira Praia, próximo a Ilha do Caitá e se quiser ou tiver fôlego siga até a Primeira e Segunda Praia. Com o mar calmo, além de um exercício, é ótimo para conferir a paisagem.

Yoga

morro yoga-pato-caro-dani

Outra dica de lazer em Morro de São Paulo é a prática da Yoga. Esta tradição milenar também é praticada aqui na ilha e você poderá fazer aulas ou até mesmo participar de um curso durante sai estadia. As aulas acontecem em diferentes locais, podendo ser em grupo ou ainda particulares. Já o curso dura seis horas e aborda as técnicas e ensinamentos utilizados na Yoga.

É uma excelente alternativa de relaxamento que combina perfeitamente com o cenário de Morro de São Paulo.
Além de estimular o equilíbrio e a força mental, você estará colocando em forma o corpo e a mente.

PASSEIOS

Outra dica do que fazer durante sua estadia em Morro de São Paulo é explorar mais à fundo a ilha e os seus arredores. Morro de São Paulo está localizado em um arquipélago composto por três ilhas maiores e diversas pequeninas, portanto não faltarão paisagens belíssimas, praias paradisíacas e cantinhos escondidos para se descobrir. Uma ótima maneira de conhecer um pouco mais da ilha e dos seus arredores é fazendo um dos passeios organizados pelas agências de turismo locais. Os passeios mais tradicionais oferecidos estão listados abaixo. Algumas agências ainda operam alguns passeios exclusivos.

Caminhada até a Gamboa

Outra dica do que fazer durante sua estadia no Morro é uma caminhada até a Praia da Gamboa. No percurso até a Gamboa você passará por paisagens belíssimas, como as poucas frequentadas praias da Ponta da Pedra e do Porto de Cima. No caminho situa-se também a encosta de argila, onde vale a pena uma parada para fazer uma esfoliação natural, usando a argila rosada da encosta.

A caminhada até a Gamboa dura cerca de 20-30 minutos, mas só poderá ser feita com a maré baixa já que quando a maré sobe o caminho fica coberto de água (informe-se na sua pousada ou hotel sobre os horários da maré).

ba CaminhoParaGamboa

Outra opção para se chegar até a Gamboa é pegar um dos barcos que partem periodicamente do cais de Morro de São Paulo até o cais da Gamboa e vice-versa. Caso resolva ir à pé e queria retornar mas a maré está alta, então você pode usar o barco para retornar ao Morro. O trajeto de barco dura cerca de 10 minutos.

Passeio Volta à Iilha
Um passeio belíssimo é a tradicional volta à ilha de Tinharé. O roteiro deste passeio inclui a visitação às piscinas naturais de Garapuá e/ou Moreré (dependendo da maré), às praias de Cueira e Boca da Barra na ilha vizinha de Boipeba e ao Convento de Santo Antonio na ilha de Cairu. Durante o passeio você poderá ainda degustar as delícias do mar como lagosta ou ostras. Um passeio imperdível para os amantes da natureza, que gostam de visitar lugares surpreendentes com paisagens fantásticas.

ba morro passeio-voltailha

Moreré e Bainema

De dezembro a março acontece um passeio que visita as praias de Moreré e Bainema, as mais bonitas da ilha de Boipeba. Além disso visita as piscinas naturais de Moreré, ótimo ponto para mergulho livre e ver centenas de peixinhos.

praia-morere-boipeba

Passeio de lancha para as piscinas naturais de Moreré e/ou Garapuá e as ilhas vizinhas, Boipeba e Cairú:

ba piscinas-naturais-morere-boipeba

O roteiro mais tradicional de Morro de São Paulo dá uma visão geral do arquipélago, porém sem permanecer muito tempo em cada local visitado.
Mergulho com máscara e snorkel nas piscinas naturais de Garapuá e/ou Moreré. O tempo de parada nas duas piscinas naturais totaliza 50 minutos, mas se permanece mais tempo naquela que apresentar melhores condições de mergulho, ou pode-se até mesmo parar em apenas uma delas.

morro mergulho garapua
Desembarque na praia de Coeira, na ilha de Boipeba. Pode-se continuar o percurso na lancha, ou percorrer uma trilha, passando pela praia de Tassimirim e um trecho de Mata Atlântica, com o acompanhamento de guias locais, até a praia de Boca da Barra, onde se pára para o almoço.

À tarde, navegação pelo Rio do Inferno até a ilha de Cairú, para visitação do convento de Santo Antônio. Há uma parada opcional para degustar ostras em Canavieira.

convento sto antonio cairu
É operado em lanchas equipadas para mar aberto, com dois motores e todo o equipamento de segurança recomendado pela Marinha, além de confortáveis bancos individuais e anatômicos.

Saídas às 9h 30 min e retorno aproximadamente às 17 horas.

Passeio a Cavalo
Outra atividade agradável para se fazer em Morro de São Paulo é cavalgar na beira do mar, pelas extensas e quase desertas Quarta e Quinta Praia.

ba morro passeio cavalo

Passeio para Ponta do Curral
Com duração de 5 a 6 horas, este passeio é feito nos tradicionais barcos de madeira que são chamados de saveiro e sai da Terceira Praia. Os locais visitados durante este passeio são a deserta praia da Ponta do Curral, a Coroa que é um banco de areia que se forma no mar, a encosta de argila e o vilarejo da Gamboa.

pontadocurral
Caminhada Ecológica
Este é um passeio que exige um pouco mais de esforço físico, mas que também proporciona desfrutar de belas vistas e cenários. A caminhada tem início na Vila e segue por uma trilha na Mata Atlântica até a Fonte do Céu, que é uma pequena cascata que se encontra no interior da ilha. A caminhada continua até o povoado da Gamboa com parada para almoço e passagem pela encosta de argila.

Psca Esportiva

Para os “amantes” da pesca, esta é uma diversão garantida!

O passeio sai durante o ano todo, porém, as agências salientam que  a melhor época é nos meses do verão devido serem propícios à pesca. Para fazer este passeio é necessário reservar pelo menos um dia antes, tendo que pagar 50% antecipado e 50% após.

morro pesca esportiva

É suspenso somente em casos de chuvas fortes e aconselha-se levar para proteger-se do sol boné e protetor solar; traje de banho; máquina fotográfica; água ou outra bebida da preferência do cliente.

Todo o material da pesca, desde isca até anzóis é fornecido pela agência. É recomendado para pessoas que costumam enjoar no mar, uma medicação para enjôos.

Observação de Baleias Jubarte
O passeio para observação das baleias Jubarte é oferecido somente entre o final de julho e início de outubro, que é o período em que as baleias se encontram no litoral do nordeste. Em parceria com o Instituto Jubarte. Para os amantes da natureza, uma experiência observar estes gigantes dos mares.

ba morro baleia-jubarte5

De julho a outubro as baleias Jubarte permanecem no litoral de Morro de São Paulo e se pode avistar mãe e filhotes bem próximos da costa. Há uma agência especializada nesse tipo de passeio, chamado de “whale watching”, que é uma experiência inesquecível!

 

Prainha do Forte

Além das praias mais conhecidas Morro de São Paulo guarda outras preciosidades como a Prainha do Forte, que fica no final das ruínas da Fortaleza e aparece na maré baixa. Frequentada mais pelos moradores é um lugar sossegado e perfeito para relaxar dentro das piscinas naturais.

ba praia-do-forte-em-morro

 

Pôr do Sol no Forte

Além da prainha e da importância histórica, o Forte de Morro de São Paulo é o cenário perfeito para curtir o final do dia – o pôr do sol e se você tiver sorte os golfinhos!

ba city-tour-por-do-sol

NOITE

 

As baladas: Morro de São Paulo é mundialmente conhecido pelas belas paisagens, mas também é sinônimo de festas. De segunda a domingo tem uma festa para você curtir, seja na beira da praia ou dentro das casas noturnas. O ritmo frenético vai até o amanhecer!

ba 2a praia -noite

A noite em Morro de São Paulo inicialmente concentra-se na Rua Caminho da Praia, que é a rua principal da vila, onde todos se encontram. Esta rua pitoresca tem uma atmosfera incrível, com música ao vivo ecoando dos bares e restaurantes que se enfileiram ao longo da rua. Aqui você poderá escolher um restaurante para jantar dentre as várias opções disponíveis ou simplesmente sentar-se na pracinha e observar o movimento das pessoas que circulam pela rua.Você pode ainda aproveitar parafazer compras nas charmosas lojinhas ou na feirinha de artesanato que tem todas as noites na pracinha.

feira-artesao-morro-de-sao-paulo

Outro destaque é para as barracas de caipifruta que são montadas todas as noites, onde você poderá provar um delicioso drink preparado com uma das inúmeras frutas tropicais que se encontram por lá.

BarracaCaipifruta

Após a janta e o passeio pela vila, você pode continuar a curtir a noite do Morro em uma das badaladas festas ou luaus que duram até o sol nascer.

Luau na Segunda Praia
Quem disse que em Morro de São Paulo só dá praia durante o dia?!?! Depois das 23 horas vá à Segunda Praia – é aqui que geralmente nas quintas-feiras acontecem os luaus. Com entrada livre, turistas de todas as partes dançam ao som dos mais variados ritmos e/ou bebem um delicioso drink em uma das diversas barracas de Caipifrutas que se encontram no local. Diversão garantida até o sol raiar.

morro luau

Pulsar
A Pulsar é uma danceteria construída no meio de uma vegetação deslumbrante, localizada no caminho para a Fortaleza. Com estilo musical variado, a Pulsar é sem dúvidas um programa obrigatório para os visitantes do Morro que amam dançar, festas e muita baladação.

morro pulsar

Toca do Morcego
A Toca do Morcego é um bar localizado no alto do morro e a céu aberto, logo no início do caminho para o Farol (na rua que fica em frente à igreja do Morro). Aqui também acontecem badaladas festas animadas por DJs que tocam estilos variados.

toca do morcego

Além de curtir em uma de suas festas que vai noite à dentro, a Toca do Morcego também é sensacional para se curtir no final da tarde. Tendo uma vista esplêndida para o mar, é um dos melhores locais para se ver o pôr do sol. Com suas esteiras estendidas na areia, luz de velas e música ao vivo de excelente qualidade é um convite para relaxar e esquecer dos problemas.

Teatro do Morro 
O Teatro do Morro é mais uma opção de diversão para a noite em Morro de São Paulo. Estando localizada na Rua da Mangaba, é uma casa de espetáculos com um anfiteatro ao ar livre que funciona às quarta-feiras.

teatro no morro

GASTRONOMIA EM MORRO DE SÃO PAULO

Morro de São Paulo tem uma ótima infra-estrutura de restaurantes, oferecendo ao visitante diversas opções para escolha. A maior parte dos restaurantes estão localizados um ao lado do outro na Rua Caminho da Praia e na praça Aureliano Lima, tornando a procura por um local para comer relativamente fácil. Você também encontrará nas praias as barracas e os restaurantes que em sua maioria pertencem aos hotéis e pousadas situados nestas praias.

Os amantes de peixes e frutos do mar se sentirão em casa, já que muitos restaurantes servem pratos preparados a base de frutos do mar, sejam grelhados, fritos, na versão de sushi e sashimi e ainda deliciosas moquecas. Moqueca é um prato da culinária baiana preparado com algum tipo de fruto do mar, cebola, tomate, pimentão, coentro, leite de coco e o típico azeite de dendê. Se você preferir uma versão mais leve, pode provar o ensopado, que é uma variação da moqueca, preparado sem o azeite de dendê.

Se você não é fã de peixe e frutos do mar, não se preocupe! Você também encontrará restaurantes que servem pratos a base de carne, assim como massas e saladas. Em Morro de São Paulo há culinária para todos os gostos.

ba Comida MoquecaSiri

Não deixe de provar os saborosos e saudáveis sucos naturais preparados com as mais diversas frutas típicas da região, como por exemplo, graviola, acerola, pitanga, cajá, umbu, etc. Você pode ainda provar deliciosos doces e tortas que tanto podem ser encontrados em cafés como nas barracas de doce que se enfileiram na rua principal a noite.

Melhor época para visitar a ilha
De outubro a março, quando a água é mais transparente. Janeiro e fevereiro são bem movimentados (e um pouco mais caros). De abril a junho é a estação de chuvas.

TURISMO NOS MONUMENTOS DA ILHA

Além de praias paradisíacas, natureza exuberante e agitação noturna, Morro de São Paulo também tem uma rica história, que deixou seus traços em algumas construções. Desempenharam-se um papel importante na história, hoje estes monumentos se tornaram cartões postais de Morro de São Paulo. Sem dúvidas, estes monumentos históricos merecem uma visita, pois além de contar a história do local ainda lhe proporcionarão a apreciação de belos cenários e vistas deslumbrantes, além é claro de lhe render belíssimas fotos.

FAROL
Logo visível para quem chega a Morro de barco, o farol foi construído em 1855 para orientar os navegadores. O farol pode ser alcançado através de uma trilha que começa na rua que fica em frente à Igreja Nossa Senhora da Luz.

ba morro sp Farol
Mesmo o caminho sendo um pouco íngreme, a caminhada até o farol é um programa imperdível. Do alto do morro onde o farol se localiza, tem-se uma vista panorâmica espetacular das praias de Morro de São Paulo. Você poderá desfrutar de uma visão deslumbrante e tirar fotos de cartão postal. Com certeza a subida valerá a pena.
PORTALÓ

Este portal, que era a porta de entrada da fortaleza, é hoje a porta de entrada para Morro de São Paulo. Uma das marcas registradas de Morro de São Paulo, o Portaló, como é chamado este portal, dará as boas-vindas aos visitantes que desembarcam no cais.

morro sp Portalo

FORTALEZA
Após a invasão dos holandeses na Bahia, foi iniciada a construção da Fortaleza de Tapirandu em 1630 para proteger a região de futuros ataques inimigos.

Considerada um dos maiores sistemas defensivo do Brasil, a fortaleza tinha, na época colonial, uma muralha de quase mil metros de extensão e contava com um efetivo militar de 183 homens e 51 peças de artilharia.

ba morro sp RuinasDoForte
Hoje, a fortaleza de Morro de São Paulo ou o forte como é comumente chamada, é um dos lugares prediletos e com certeza um dos mais belos para se apreciar o pôr do sol. Muitas vezes também é possível observar golfinhos nadando em suass imediações.

É muito fácil o acesso a fortaleza: é só seguir uns 10 minutos pelo caminho que se inicia ao lado do Portaló e você chegará nas ruínas da fortaleza. Com certeza este é um programa imperdível para um final de tarde.

IGREJA NOSSA SENHORA DA LUZ
De acordo com registros históricos, já no início do século XVII existia uma capela que levava o nome de Nossa Senhora da Luz, que é santa padroeira de Morro de São Paulo e que tem a festa celebrada em sua homenagem no dia 8 de setembro. Entretanto, ainda de acordo com estes registros, na época esta pequena igreja se localizava na área onde hoje se encontra o farol.

ba morro sp IgrejaNossaSenhoraDaLuz

A construção da atual Igreja Nossa Senhora da Luz , que se localiza no topo da ladeira que leva ao cais, data da primeira metade do século XIX. Hoje, as suas escadarias tanto oferecem descanso para àqueles que subiram a ladeira do cais quanto aconchego para àqueles que gostam de se sentar e observar o movimento da rua.

CASARÃO

Este sobrado rosa em estilo colonial que se localiza na Praça Aureliano Lima foi construído em 1608 e já hospedou visitantes ilustres como D. Pedro II e a Marquesa de Santos, quando estes visitaram o local em 1859. Atualmente funciona no local uma pousada e um restaurante.

morro sp Casarao

FONTE GRANDE
Outra importante construção do período colonial que merece uma visita é a Fonte Grande. Construída em 1746, a Fonte Grande era destinada ao abastecimento de água potável aos soldados da Fortaleza e aos habitantes do povoado. Com o seu sistema de captação de água e decantação, a Fonte Grande é considerada como o mais avançado sistema de tratamento de água da época colonial.

morro fonte grande

A visita do imperador Pedro II e da Marquesa de Santos contribuiu para a fama da Fonte Grande, pois, segundo relatos, o imperador tomou banho acompanhado na Marquesa no local.